2D Controle de Acesso Controle de Acesso Predial Controle de Benefícios Hoteis Identificação de Clientes Identificação de Fraudes Reconhecimento Facial Segurança Predial Validação de Acesso Validação de Clientes 

Hotéis e restaurantes pretendem investir em reconhecimento facial

Tecnologia será uma das mais utilizadas pelo setor de hospitalidade nos próximos cinco anos, segundo a mais recente edição da pesquisa Oracle Hospitality

Mais de 33% dos restaurantes e 72% dos hotéis participantes da mais recente edição da pesquisa da Oracle Hospitality afirmam que estarão usando o reconhecimento dos clientes por meio da biométrica facial nos próximos cinco anos. Os hotéis também pretendem investir em sistemas de IA capazes de fazer recomendações personalizadas com base nas preferências dos hóspedes e seu histórico de compras. E ambos (51% dos restaurantes e 63% dos hotéis) dizem que o monitoramento das atividades da equipe por meio de um dispositivo vestível estará em uso até 2025.

Os resultados mostraram também que os consumidores estão mais propensos a terem engajamento com marcas que usam novas tecnologias, caso sintam que estão no controle de suas experiências e que a indústria de hospitalidade esteja agindo com cautela ao implantar a automação.

Composta por dois estudos voltados para identificar as atitudes dos consumidores em relação a novas tecnologias e como sua implantação definirá o comportamento dos consumidores nos próximos anos (o Oracle Hotel 2025 e o Oracle Restaurant 2025), a pesquisa Oracle Hospitality entrevistou 250 operadoras de restaurantes, 150 operadoras de hotel e 702 clientes em fevereiro de 2017.

Outros resultados deixam claro que os consumidores gostam de experiências automatizadas ativadas pela voz: 36% dos clientes de restaurantes dizem que fazer os pedidos por meio de um assistente virtual melhoraria a experiência e 17% visitariam com mais frequência o estabelecimento que proporcionasse essa comodidade. O mesmo é válido para 50% e 33% dos hóspedes de hotéis, respectivamente.

Mais da metade (59%) dos hóspedes de hotéis acredita que controlar o quarto por meio de um dispositivo ativado pela voz melhoraria a experiência. E as operadoras concordam: 78% indicaram que o gerenciamento do controle do quarto e do ambiente por meio da ativação por voz será o padrão até 2025.

Já a Realidade Virtual aparece entre as tecnologias que  devem melhorar a experiência de reserva em hotéis. Na opinião dos consumidores, os passeios via realidade virtual nas propriedades do hotel (66%) e na áreas para entretenimento (44%) melhoraria sua experiência. Para muitos hóspedes, hotéis representam uma fuga. Operadoras de hotéis podem ampliar essa oportunidade com a RV, embora enxerguem outros usos para a  tecnologia até 2025, como treinamento de equipe (68%), entretenimento para hóspedes na propriedade (64%) e escolha de salas de reuniões (63%).

Robôs em baixa
Na hospitalidade, o toque humano permanecerá uma parte essencial da experiência. O atendimento através do uso de robôs, no entanto, parece não atrair tanto. Metade dos clientes de restaurantes disse que ser servido por um robô não melhoraria sua experiência e 40% visitariam menos os estabelecimentos que oferecessem o serviço.  O mesmo vale para 37% dos hóspedes.

Já as empresas  pensam um pouco diferente: 64% das operadoras de restaurantes e 58% das operadoras de hotéis se disseram interessados no uso de robôs para a limpeza e o preparo da comida.

Conclusão
A grande finalidade da tecnologia é conceder aos hóspedes e clientes o poder de controle. Os hoteleiros e donos de restaurantes, por vezes, têm sido cautelosos com a tecnologia, expressando preocupação de que poderia extrair o elemento humano do serviço. É uma questão legítima, mas deve ser mantida em contexto. Os clientes ainda não estão prontos para os autômatos sem empatia ou compreensão, mas querem que os hoteleiros usem tecnologia para melhorar suas estadas. Inovações que proporcionam aos clientes maior personalização são particularmente importantes.

A tecnologia pode fazer muito pela indústria, como melhorar o reconhecimento dos hóspedes e fazer com que se sintam bem-vindos. Mas principalmente no caso do uso de tecnologias como reconhecimento facial, biometria e uso da IA para recomendação, a privacidade do consumidor precisa ser respeitada e protegida.

Fonte: http://cio.com.br/noticias/2017/04/10/hoteis-e-restaurantes-pretendem-investir-em-reconhecimento-facial/#sthash.NWyHnamv.dpuf

Share

Related posts