Para coibir fraude no uso de cartões de ônibus, sistema de reconhecimento facial é instalado em Uberaba

se constatada fraude, o titular do cartão será penalizado, podendo perder benefício de isenção ou desconto.

Para a combater fraudes no uso dos cartões de vale transporte com isenção e descontos – normalmente usados por idosos, deficientes e estudantes – já está funcionando em Uberaba o sistema de reconhecimento facial, implantada no transporte coletivo da cidade. Se constatarem que o cartão está sendo usado por outras pessoas, o titular pode ser penalizado e até perder o benefício.

Quando o usuário passa pela catraca, uma câmera automaticamente tira uma foto, que é comparada com a do titular do cartão. Ao todo, 54 mil passageiros recebem o benefício em Uberaba. De acordo com o Centro De Controle Operacional, são registrados cerca de 180 casos de uso irregular todos os dias. Este tipo de comportamento é prejudicial, pois, quanto mais gratuidade, mais cara fica a passagem. As planilhas de custos das empresas mostram que o impacto sobre o preço da tarifa é de cerca de 30% e, quem sofre com isso, é o usuário pagante.

Penalidades

O sistema passou por testes durante três meses. Agora, o monitoramento já pode gerar penalidades para quem fizer uso indevido do vale transporte com benefício tarifário.

Da primeira vez, o titular do cartão é advertido e só é liberado o uso novamente depois de comparecer à Associação das Empresas do Transporte Coletivo Urbano de Uberaba (Transube) em até 72 horas, onde assinará uma advertência. Se houver reincidência, o bloqueio é feito novamente por 30 dias; na terceira ocorrência, 30 dias de bloqueio e na quarta ocorrência, 120 dias. Da quinta vez o benefício de desconto ou gratuitade é cancelado definitivamente.

Share

Related posts