O terrorismo fez com que o reconhecimento facial evoluísse mais rapidamente

Quando se fala em tecnologias de reconhecimento facial, Joaquim Rodrigues, diretor do departamento de identificação judiciária do Laboratório de Polícia Científica da Polícia Judiciária, diz que a margem de manobra para o uso da técnica do reconhecimento facial está longe de atingir um limite. E espera que neste ano se possa usar uma nova aplicação nesta área. Como é que o Laboratório de Polícia Científica usa a técnica do reconhecimento facial? Trabalhamos no retrato robô, na aquisição daquilo a que chamamos os clichês, que é a base de dados de…

Share
Read More